quinta-feira, 19 de junho de 2008

Um palco para o prelúdio


Hoje pensei sobre a mesa de bar.
Nenhuma em especial.
Acho até que imaginei uma que nunca avistei.
O pensamento foi até uma mesa de plástico amarelo, palco para uma dose
de sinceridade e devaneio.
Pensei aqui: e se eu estivesse no palco, o que encenaria?
Seria a verdade que não vejo
Ou o prelúdio que criei e recriei?


Imagem: Di Cavalcanti

2 comentários:

news disse...

gosto do jeito que vc escreve, tras as pessoas p dentro da história, quero o primeiro exemplar do seu livro eim garota
fais um tempinho q nos conhecemos ja hehe. Vc sempre será importante na minha vida, vc sabe disso.
quando precisa de algo e so fla ta.
Senhorita Amarante hehe.

May disse...

Para encenar arrisco o prelúdio, o que custa tentar ! Pra viver eu quero ver, enxergar eu sei. Então acho que devo escolher. Eu escolho a verdade :D

Parabéns pela forma que se expressa flor :)