sábado, 21 de junho de 2008

“SÓ QUER ME COMER?"


Vai, isso mesmo!
Disseca meu ser, me engole
Faz-me de osso, lambe, depois morde
Al dente à mesa estou
Suor e nervos, encima do prato
Corta de leve, finca teus dentes na carne
Que te espera
E mastiga bem de leve,
É assim que me vê,
Só quer me comer
Nas suas entranhas me perco,
Divago idéias
Teço tocaia te enalteço e me esqueço
Suor de lamber os dedos
Apetitosa, assim que me chamas?
De sobremesa me abro, escancaro meu ser
Te lambuzo de creme, daquele molhado
Saliva safado
Pode vir que já estou à mesa!”

Créditos:Angel Llanah
http://www.gargantadaserpente.com/

2 comentários:

Lih...Amarante disse...

É ou não é um ato perfeito para um
"QUARTO ESCURO"?????

Lih...Amarante disse...

Foto: Pauline Machado