terça-feira, 8 de setembro de 2009

Epiderme


"Noite antiga

Vermelho,
líquido,
salivas e ego.

Nessa manhã
Soluço,
relance,
apelos e ecos".

9 comentários:

Michelle da Rocha disse...

Nossa.. Tocante o que escreveu, mesmo com poucas palavras :)
Gostei mesmo!

beijos

Renan Sparrow disse...

A arte de se expressar em poucas palavras é a cosia mais linda pra mim :')

Está evoluindo seu blog!
"Ao infinito! E além!"

;D

www.renansparrow.blogspot.com

Claudinha ღ disse...

"Na simplicidade a gente encontra sofisticação, até quando se fala de sentimentos à flor da pele...
bjs e obrigada pela visita e o comentário.Volte quando quiser, se quiser e se puder.. Leia os antigos e os novos textos... fique a vontade. Portas abertas. Bjs"
att: Claudinha

Camaleão disse...

poucas palavras, mas quem disse que precisam de muitas para querer dizer algo né?
gostei mesmo

♫ FáZinho ♫ disse...

oie, obrigado pelo comentz la no meu blog....


A simplicidade eh sempre o dom mais bonitoo
parabens

*---*

Olavo disse...

Humm muito bom..quentes versos
Beijos

penanegra disse...

notadamente uma das melhores que já vi aqui.
Awesome
kisses!

pelosdias disse...

não há muito o que acrescentar ao que já falaram ai em cima.

é um corte poético no mundo, e como todo desse serve pra gente ficar assim: olhando meio que de lado pro acontecer.

ah, obrigado pela visita =)

pelosdias disse...

tá viva?